61 3429 2900   |   cettro@cettro.com.br
 
 

25/07/2018

Câncer de Cabeça e Pescoço

 
27 de julho é o Dia Mundial de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço, tdoença que deve atingir cerca de 43 mil pessoas entre 2018 e 2019 no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Para conscientizar os brasileiros, em especial os homens, população que sofre com a maior incidência da doença, a Associação de Câncer de Boca e Garganta ? ACBG Brasil criou a campanha Julho Verde, que marca o mês de conscientização e prevenção desse tipo de câncer.         

São definidos como câncer de cabeça e pescoço o grupo de tumores diagnosticados na boca, língua, faringe, laringe, esôfago, orofaringe (garganta), nasofaringe e tireoide. Os principais fatores responsáveis pelo desenvolvimento da doença são tabagismo, consumo excessivo de bebidas alcoólicas e, atualmente, o crescente número de casos de HPV (papilomavírus humano) entre jovens.

Dra. Janice Farias, oncologista do Cettro, explica que a descoberta em fase inicial é primordial para o processo de remissão da doença. "Os tratamentos oncológicos evoluíram muito e a equipe médica que acompanha o paciente pode optar por alternativas combinadas de tratamento, como cirurgia e radioterapia, ou, em casos mais avançados, optar por tratamentos que promovam uma melhora importante na qualidade de vida do paciente", informa a oncologista.            

Os tratamentos são aplicados conforme o grau de estadiamento da doença. Nos graus mais brandos, quando a doença está em estágios iniciais, a cirurgia local e a radioterapia se apresentam como opções de sucesso para o paciente. Nos estágios III e IV, em que há a invasão do câncer para tecidos próximos ou para órgãos distantes, a terapia pode variar entre quimioterapia, radioterapia e a imunoterapia. "A imuno-oncologia tem apresentado resultados positivos quanto ao ganho de qualidade de vida e controle da doença em pacientes em estágio avançados", comenta.
           

Os sintomas do câncer de cabeça e pescoço podem variar de acordo com a localização do tumor. Os pacientes com câncer na região da cabeça, boca e face podem evoluir para lesões com sangramento, manchas brancas na boca, dor no local, sangramentos pelo nariz, dores de cabeça frequentes, dormência nos músculos da face, entre outros sintomas. Já os tipos encontrados no pescoço podem causar rouquidão, nódulos na região, mudança na voz e dificuldade para engolir.
           

De acordo com Dra. Janice, o uso de cirurgia, radioterapia e quimioterapia depende do estadiamento, da ressecabilidade do tumor e da localização, bem como se a abordagem de preservação do órgão é viável A principal opção de tratamento para malignidade primária e secundária, bem como para a doença recorrente é a terapia cirúrgica. A radioquimioterapia primária é uma alternativa para pacientes com câncer de cabeça e pescoço avançado.

COMO PREVENIR LESÕES

- Não fazer uso de tabaco.
- Evitar o álcool.
- Usar filtro solar regularmente, incluindo protetor labial com fator de proteção solar adequado.
- Manter o cuidado adequado das próteses dentárias.
- Evitar a prática de sexo oral sem segurança.
- Realizar check up médico e odontológico anual com exame completo da cavidade oral.

Em Dia

Transplante de Medula Óssea

Cettro apresenta 3 trabalhos científicos. Leia mais

Feed de Notícias

 

Certificação

   61 3429 2900

   Envie um E-mail

   Marque sua Consulta

 

Powered by Carla Furtado Comunicação
Copyright © 2015