61 3429 2900   |   cettro@cettro.com.br
 
 

27/11/2017
Dr. Bruno Wance, Oncologista Clínico do Cettro

Novembro Azul: Com Dr. Bruno Wance

 
Pacientes com câncer de próstata estão mais sujeitos a desenvolverem distúrbios psicológicos e psiquiátricos, é o que dizem diversas evidências científicas atuais. Tais quadros podem variar desde uma preocupação aumentada com a saúde, irritabilidade, ansiedade depressão e até risco aumentado de suicídio.

Estudo sueco avaliou fatores psicológicos em portadores de câncer de próstata através de questionários específicos. Trinta a 40% dos pacientes relataram preocupação com o futuro, tristeza ou depressão, insônia e ansiedade. Além disso, quase todos relataram que o diagnóstico e/ou tratamento afetaram negativamente suas atividades diárias e relações inter-pessoais.

Ter câncer de próstata aumenta o risco de:

  • Irritabilidade.
  • Tristeza.
  • Insônia.
  • Depressão.
  • Ansiedade  

Outro estudo europeu ao avaliar a relação da idade com o sofrimento psicológico mostrou que portadores de câncer de próstata mais jovens tendem a ter mais ansiedade, distress e pior qualidade de vida emocional. Por outro lado, os mais idosos costumam mais comumente apresentar quadros de depressão.

Pesquisa conduzida nos Estados Unidos evidenciou que o risco de suicídio entre os pacientes com câncer de próstata chega a ser até 10 vezes maior do que na população geral. Tal risco parece ser mais elevado no período logo após o diagnóstico e em pacientes portadores de doença avançada.

Entre as possíveis causas desencadeadoras de tanta preocupação estão os efeitos colaterais do tratamento, o medo dos resultados de exames complementares, principalmente do aumento do PSA e preocupações com o futuro.

Além dos próprios pacientes, muitas de suas companheiras (ou companheiros) também têm sua rotina emocional afetada. Muitas das vezes são essas pessoas que estão presentes em todas as consultas, auxiliam nas tomadas de decisão e experimentam ainda que de forma indireta os efeitos colaterais do tratamento. Por isso, também precisamos estar atentos e prontos para intervir caso algum distúrbio seja identificado.

Fatores que afetam negativamente paciente e companheira(o):

  • Medo de resultados de exames. 
  • Sintomas relacionados com a doença. 
  • Efeitos adversos do tratamento. 
  • Preocupações com o futuro.  

Se você é portador de câncer de próstata converse com seu médico abertamente sobre suas angústias. Existem diversas formas de tratamento que podem ajudar a reduzir esses distúrbios e melhorar a sua qualidade de vida. 

Em Dia

European Journal of Cancer

Dr. João Nunes publica. Leia mais

Feed de Notícias

 

Certificação

   61 3429 2900

   Envie um E-mail

   Marque sua Consulta

 

Powered by Carla Furtado Comunicação
Copyright © 2015