A importância da Nutrição no tratamento do Câncer

A nutrição é um importante fator na prevenção e no tratamento do câncer. Uma alimentação saudável ajuda, por exemplo, a aliviar os efeitos colaterais provocados pela quimioterapia ou radioterapia.

Luciana Bianchi, nutricionista especialista em Oncologia do Cettro, explica que é comum o paciente em tratamento oncológico apresentar efeitos colaterais como diarréia, constipação, gases, náusea, vômitos, lesões na boca e falta de apetite. Todos esses efeitos podem impactar de forma negativa na alimentação dos pacientes que muitas vezes já apresentam perda de peso pela própria doença. Alguns alimentos são capazes de amenizar os efeitos colaterais da medicação. Ela reforça que a nutrição age tanto prevenindo a doença quanto atenuando efeitos colaterais, sendo a alimentação um remédio. O gengibre, por exemplo, é muito eficaz no controle de náuseas e alteração de paladar, efeitos bem comuns na maioria dos tratamentos.

A intervenção nutricional além de auxiliar na melhora desses efeitos colaterais, pode também contribuir para um melhor resultado de tratamento. Luciana reforça que uma dieta adequada e individualizada reduz riscos de complicações, melhora a tolerância às medicações, age de forma decisiva na qualidade de vida do paciente, sendo fator fundamental para o sucesso do tratamento oncológico e da recuperação do paciente. Pacientes que se alimentam melhor e que possuem boa manutenção de massa magra costumam responder melhor ao tratamento.

A alimentação mais ideal para o paciente com câncer é aquela individualizada, levando em consideração a doença que o paciente tem, o tratamento que ele faz e os efeitos colaterais que ele está apresentando. A equipe de nutrição oncológica do Cettro e Rede Einstein oferece nutricionistas especializados e aptos a ajudar em cada caso dos pacientes.